fbpx

ICBR – Transplante Capilar

O Instituto Capilar Brasil (ICBr) é uma empresa que se destaca pela excelência no que se refere ao Transplante Capilar realizado com a técnica Extração de Unidade Folicular, em inglês Follicular Unit Extraction (FUE). Esse procedimento ocorre a partir da retirada unitária de folículos e implantação na região receptora, possuindo uma recuperação mais rápida e sem deixar cicatriz.

Nós utilizamos o método mecanizado, que ocorre com uma lâmina circular que capta folículo por folículo, como se fosse um canudinho. Por estar girando, ela corta folículo por folículo, assim o removemos e implantamos na região receptora através de um micro corte de 1mm. 

Três meses após o procedimento, os fios começam a crescer e seu resultado final pode ser visto após um ano. 

Tendo em vista que os fios são implantados com muito cuidado e exatidão, seguindo a direção correta dos fios já existentes, o resultado final é muito natural e o crescimento ocorrerá normalmente! 

O ICBr é uma clínica Transplante Capilar FUE, com unidades em Atibaia (SP), Bragança Paulista (SP), Mairiporã (SP), São Paulo (SP) e Florianópolis (SC), entre em contato conosco! 

Ainda não consigo passar pelo transplante capilar. Existem outras opções?

Tratando da alopecia androgenética, comumente conhecida como calvície masculina, a alternativa mais viável para recuperar o crescimento capilar é o transplante capilar FUE. Isso porque a maioria dos tratamentos clínicos para calvície apenas possibilitam a inibição da queda capilar, mas não restauram o crescimento dos fios.   

Principais dúvidas sobre Transplante Capilar

O transplante capilar deixa cicatriz?

Se o transplante capilar for efetuado com a técnica Extração de Unidade Folicular (FUE), não haverá cicatriz após o período de recuperação.

 

Como é a recuperação?

Com a técnica FUE, recomendamos muito cuidado ao mover a cabeça, pois não há nenhum tipo de curativo, a área fica exposta e recomendamos repouso absoluto. O repouso é necessário no primeiro dia para que haja a estabilização da drenagem. Não é recomendado também a prática de exercícios físicos, nem exposição ao sol. Passado o primeiro mês, liberamos algumas atividades. Usar capacete, touca para natação, ir à praia, jogar futebol, normalmente libero após três meses. Vamos adaptando conforme as necessidades do paciente!

Quem pode passar pelo transplante capilar?

Para realização do transplante capilar, é necessário que seja feita uma anamnese e se conheça todo o histórico clínico do paciente, além da vida pessoal. Se você fuma, por exemplo, isso pode interferir. Têm-se que observar também a condição hormonal com exames laboratoriais, alergias, condições para seguir o cronograma após o ato operatório. 

Se a calvície for em razão da queda de fio por folículo, um tratamento clínico pode resolver seu problema, dessa forma, não há necessidade, em primeira análise, de realizar o transplante capilar. Pode-se resolver o problema com terapia capilar. 

Se o problema for a cicatrização do folículo, é preciso entender o momento e se é uma queda que precisa de uma intervenção técnica para evitar a queda dos outros. Pois, caso seja feito o implante sem esse estudo, pode acontecer dos folículos implantados produzirem fios e os seus folículos não produzirem. 

Toda essa questão se você é um bom candidato para o implante capilar passa pela necessidade de haver uma consulta com o profissional.

Quanto custa um transplante capilar?

Se você quer saber quanto custa um transplante capilar, preencha nosso formulário e entraremos em contato com você dentro de alguns instantes!

Transplante capilar para mulheres

O transplante capilar na mulher funciona de maneira tão satisfatória quanto no público masculino. A diferença é que, geralmente, a mulher vem ao consultório com uma perda de densidade, de quantidade de fios. Logo, o tratamento clínico tem uma aplicabilidade com resultados muito bons também! 

Quando você indica o transplante capilar na mulher? Bom, se falamos sobre perda de densidade, é preciso avaliar criteriosamente as causas orgânicas e o resultado do tratamento clínico. Geralmente, a implantação de cabelo na mulher segue quando ela tem uma perda de densidade muito grave e, no exame físico, identifica-se folículos que foram cicatrizados durante o tempo de evolução dessa doença. Portanto, para aumento de densidade, faz-se o transplante capilar apenas quando ocorre perda de folículo. 

Quando se tem um avançar da linha frontal por usar cabelo tracionado, ter queda mais específica ou por fatores genéticos, indica-se o transplante capilar. 

Você é vítima da queda capilar? Entre em contato conosco!


Publicado

em

por

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *